De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014

Baixar
De Frente com Gabi


Assistir online programa De Frente com Gabi 02/03/2014

O De Frente Com Gabi deste domingo, 02 de março, recebe José Padilha, o cineasta brasileiro que conquistou Hollywood. Após os sucessos “Tropa de Elite” e “Tropa de Elite 2”, Padilha dirigiu o novo “Robocop”, um investimento de mais de 130 milhões de dólares.

Tags : Assistir De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014, Assistir Programa de TV De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014 Grátis, Veja o Programa De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014 Assista ao vivo Online De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014, Ver Online De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014 Capítulo completo Episódio grátis, Assista De Frente com Gabi – José Padilha 02-03-2014 Online, Assistir tv online

[+] De Frente com GabiEntrevistas
Comentários:
  1. Sebastião Maia

    Olá Bom Dia Gabi!

    Sou Policial Militar há 28 anos, estudante de filosofia e assisti a entrevista ao excelente cineasta José Padilha.
    Só quero comentar uma fala do Padilha, que também a minha opinião, e garanto de boa parte dos policiais (de Oficiais a Soldados), que gostam e pensam segurança pública: “a polícia e político é o reflexo de sua sociedade”. Não se muda uma polícia nem um político se a sociedade não muda; é bem verdade que os políticos e a polícia têm um papel relevante pelo fato de “serem” em certa medida formadores de opinião, porém a sociedade os antecipa de modo que antes de nos tornamos Policiais somos “cidadãos”, para os quais foi e repassado que a sociedade (nas entrelinhas, o público por ser um bem de todos deve ser abusado; quase todos indistintamente pobre ou rico político ou não chefe ou servidor acham que as leis democrática são um amontoado de letrinhas e que nunca ou quase nunca devem submeter-se a elas). Padilha assisti seus filmes Tropa de Elite I e II, e fala no programa de levar conteúdo às telas para se pensar nossa sociedade é de um valor incalculável, mas você comentou que Hollywood quer lucro, afinal é ele quem nos move. Não sei se está muito confuso, se me fiz entender nessas poucas palavras, mas o tema é bom e precisa de gente compromissada e com coragem para tentar mexer em suas estruturas.
    Há policiais agindo para mudar isso, contudo uma tsunami de ideias quanto “pior melhor”, faz com que os passos dados se tornem quase invisível. Administrar o caos cria heróis imediato e gostamos disso. Não pensamos a sociedade, pensamos nos mesmo, esquecemos a interatividade que há nessa relação particular-público.